fbpx

Como melhorar a produtividade da sua área de manutenção?3 min read

A produtividade da área de manutenção é uma questão que deve ser levada a sério, já que isso impacta diretamente no rendimento de toda equipe.

área de manutenção das empresas é muito mais complexa do que parece. Não se resume a apenas atender chamados e resolver problemas.

No entanto, o área é muito mais complexa, envolve planejamento, gestão e tem os seus próprios indicadores de qualidade. Na verdade, para o melhor desempenho da área, os processos precisam ser bem definidos de modo a serem realizados de maneira assertiva e eficiente com o menor gasto de recursos possível.

Para te explicar melhor sobre criamos um conteúdo exclusivo para ajudá-lo a melhorar a produtividade na manutenção. Confira!

Quais são os tipos de manutenção mais comuns?

Para compreendermos como podemos otimizar a produtividade na manutenção, é essencial conhecer os modelos mais conhecidos pelas empresas.

A manutenção é definida como o conjunto de ações que visam restaurar um equipamento às suas funções originais. Há três maneiras de gerenciar esse conjunto de ferramentas.

A manutenção corretiva é a mais conhecida. É aquela em que esperamos um equipamento quebrar para ser consertado. Ela pode ser tanto programada quanto emergencial.

Em emergências, as falhas são corrigidas rapidamente. Ao serem programadas, temos uma data estabelecida para consertar, independente do dia em que o equipamento efetivamente parou de funcionar.

Já a manutenção preventiva é aquela que há todo um estudo sobre o maquinário, e definem-se prazos para serem avaliados. Dessa forma, o garante-se que pequenas falhas sejam corrigidas, antes mesmo que provoquem uma pane em determinado item.

Além dessas duas, existe também a manutenção preditiva, menos praticada, porém a mais indicada. É aquela que o monitoramento é constante. Seja por meio do uso de equipamentos ou pelos sentidos do próprio profissional responsável.

Como a tecnologia amplia a produtividade na manutenção?

Não é incomum que algumas pessoas pensem que não há como avaliar a produtividade na manutenção, mas é possível sim.

O cálculo desse índice é simples, nós vamos te mostrar. Primeiramente, basta dividir o tempo que o seu colaborador leva efetivamente desempenhando sua função pela carga horária dele. Isso sem contar o tempo de preparo, como encontrar ferramentas ou chegar ao local.

Multiplique esse resultado por 100.

E se o seu resultado foi menor que 30%, então este é um ponto de atenção. Significa que em apenas 30% do tempo ele está efetivamente trabalhando. O restante de seu tempo é mal aproveitado e é claro que isso influencia sua produtividade e também o desempenho da fábrica como um todo.

Existem alguns indicadores-chave, como o tempo necessário para desempenhar a tarefa ou para obter peças e equipamentos e até mesmo o tempo para se deslocar até o local aonde o equipamento está. E é essencial ter o controle todos esses dados, assim é possível garantir o maior aproveitamento possível dos recursos disponíveis.

Softwares e aplicativos de manutenção – Do que são capazes?

Atualmente é possível contar com o apoio softwares de automação específicos para essa área, eles são extremamente úteis quando falamos em gestão de equipamentos e redução melhor aproveitamento de tempo. Existem até mesmo aplicativos para manutenção, que além de auxiliar na gestão, facilitam a questão da mobilidade.

Com sistemas automatizados, como esses que mencionamos, é possível manter um inventário com todas as peças disponíveis para conserto no seu estoque. Além disso, também é possível montar cronogramas de manutenção que avisam quando as datas predefinidas estão próximas, e quais são as áreas de maior atenção.

Dessa forma, sua equipe recebe uma checklist do que precisa ser feito, e onde encontrar os materiais necessários para tal. É possível inclusive, manter uma comunicação direta como o almoxarifado da empresa, assim todo o trâmite de solicitação de peças é feito de forma mais eficiente.

Quando o setor se prepara com antecedência e planeja as suas rotinas, a produtividade na manutenção aumenta significativamente e isso é extremamente vantajoso para as empresas. Com a redução de custos de manutenção e melhor aproveitamento, o negócio ganha recursos e tempo para investir em ações prioritárias.

A produtividade na manutenção é uma medida da qualidade dos serviços, de modo que a sua otimização é essencial. Por isso, sempre invista na otimização da produção de sua fábrica, para garantir o sucesso do seu negócio. Quer saber mais sobre? Entenda a indústria do futuro e as ferramentas da manutenção 4.0 

Mais artigos para você

Aprenda a implementar metodologias ágeis na manutenção industrial

Sim, é possível utilizar metodologia ágil na manutenção industrial, é claro que são necessários alguns ajustes e nós vamos te falar quais são!

5 formas de reduzir os custos da manutenção industrial

Aprenda quais passos são cruciais na hora de reduzir os cursos da manutenção na seua empresa.Existem boas práticas que vão te ajudar a economizar!

Porque você deveria buscar a humanização do atendimento no seu negócio?

Um dos pontos que mais tem atraido a atenção dos clientes é a humanização do atendimento. No service desk isso é ainda mais crucial. Entenda o porquê disso.

5 informações que são indispensáveis no PCM

Estruturar um bom PCM requer algumas informações cruciais para garantir que ele realmente funcione e seja efetivo. Confira quais são aqui!

Software de manutenção industrial: vantagens e como ele pode ser um poderoso diferencial para sua empresa

Conheça aqui quais são as vantagens de um software de manutenção industrial e o quanto ele pode melhorar o desempenho da sua indústria.